Perdi o jeito

Foto | Peter Sjo

Perdi o jeito de conduzir a caneta.

Meus cadernos de linhas retas e caligrafia perfeita agora são rabiscos tortuosos, difíceis de alinhar.

No emaranhado de flores, não sei quais pétalas quero presentear.

Perdi o jeito de conduzir minha vida.

Entre tantos caminhos, cabe a mim escolher qual trilhar, sem culpas.

Meu tempo é agora.

Sem desculpas.

Luciana Bertoldo

Escritora, advogada e psicanalista em formação. Reside na Grande Florianópolis (Santo Amaro da Imperatriz), é mãe de dois filhos: um de 31 anos e uma de 19. Publicou um livro e com ele realizeou várias palestras em escolas, participações em feiras do livro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.