POESIA

Céu poente

 

Foto | Unsplash

Contra o céu

Rubro

as silhuetas negras

Da cidade

Abrem olhos de luzes

Piscando para a noite que vem

 

E um arco de lua

Crescente

Sugere…

E se promete…

Para quando a cheia chegar.

Poente que agita em meu peito

As palavras que criam lembranças…

Saudade da beira mar

 

Maria de Fatima Paul Maria de Fatima Paul

Mulher, mãe de três filhos adoráveis (Marco Aurélio, Cris e Aninha), avó de três netos lindos e doces (Vitão, Marino, Toninho), casada com um cara sensacional (Mário). Professora desde que me conheço por gente (até hoje, não sei por que minhas bonecas não aprenderam a ler, tantas aulas lhes dei). Leitora. Apaixonada pelas palavras, brinco de escrever. Sempre com utopias no horizonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: