A maravilha de ter uma filha IV

Foto | Jelleke Vanooteghem

Minha linda flor! Dois anos e cinco meses. Tem uma frase de alguma mãe sábia em relação ao tempo com os filhos: os dias são longos, mas os meses e os anos são curtos. Passa tão rápido. 

Essa fase não tem sido das mais fáceis, mas as gracinhas, os sorrisos, as descobertas… Há pouco mais de um ano você dava seus primeiros passinhos ainda inseguros. Hoje corre, pula, desce e sobe degraus, se joga do encosto do sofá (uma das brincadeiras favoritas). 

Minha sapequinha linda está cada dia mais encantadora. Já fala o nome dos amiguinhos da escola, e até demonstra preferência pelo Pêpo (Pedro). Tia Tetê e tia Clara são sempre lembradas.

E quando falo “Vamos dormir?!”, logo pergunta “icola”? Depois de qualquer atividade, ela quer ir pra escola: após o banho, o almoço, após o soninho. 

Gosta muito de falar, mesmo que a gente não entenda muito bem o que ela diz. Também gosta de cantar, mas tem preferência pelas coreografias. 

A palavra mais nova: cocói (dodói). Um machucadinho de nada é lembrado com carinho por dias, e sempre precisamos dar beijo, cada vez que ela se lembra. 

Adora água! Beber da garrafinha, do copo, do banho, da piscina. Brincar com água da torneira, do balde, dos cachorros. Lavar as mãos e escovar os dentes… nem precisamos lembrá-la. 

Manu, você me ensina tanto todos os dias.Te amo muito! Obrigada por me escolher nessa caminhada terrena para ser sua mãe. 

“Linda do jeito que é!” 

Tayne Aguiar

Mãe da Manu. Mulher, Bióloga, empreendedora e crocheteira. Transformada pela maternidade. E ainda tentando se encontrar no meio dessa imensa transformação.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.