O rio mudou e eu também

Foto | Dan Gold

Ninguém entra em um mesmo rio uma segunda vez, pois quando isso acontece já não se é o mesmo, assim como as águas, que já serão outras.

Um dia me apresentaram essas palavras de Heráclito e nunca mais elas saíram da minha cabeça. Entender que a vida é uma eterna transição, assim como as pessoas, é a mais pura forma de humildade do ser. A mais pura forma de entender e aceitar que somos eternas variáveis. É aceitar que a vida é uma eterna despedida. Das pessoas, dos lugares, dos momentos.

O rio mudou. Eu também

Bruna Paul

Aquariana com ascendente em sagitário e lua em escorpião. Gosta de acreditar naquilo que não é tangível pra dar mais graça à vida. Bipolar que enxerga a tristeza como aliada à busca e evolução espirituais. Paixão por viagens, gatos, tattoos. Ama a humanidade – embora nem sempre as pessoas



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.